Curta-metragem Câmara da Solidão reforça a

importância da fé e da união em tempos de confinamento

 

Primeira obra audiovisual do artista Ricardo Franzin estreia no Festival do Minuto

 

Câmara da Solidão” é o primeiro curta-metragem do artista visual brasileiro Ricardo Franzin lançado simultaneamente no Festival do Minuto e em seu canal no YouTube. Para conceber a criação, o artista buscou uma maneira de expressar seus sentimentos atuais afetados pela pandemia e pelo isolamento, como ansiedade, depressão e solidão. A ideia do curta surgiu da colaboração com o musicista e compositor espanhol Antonio García, que produziu a música Still Nobody Nowhere e enviou para que 30 artistas do mundo todo pudessem criar obras nas mais diversas modalidades artísticas.

 

O cenário é uma câmara, uma pequena sala, um estúdio de um artista que mora sozinho. Uma cadeira velha é o ponto central da história, que representa como o mundo pode ser cruel e individualista – duro como a madeira, estático em um canto, só observando e não agindo. A sensação de vazio e de solidão é interrompida pela aparição de um gato preto que se vê sozinho durante uma tempestade violenta e que, permanecendo com sua fé inabalada, aguarda até a calmaria – e o retorno (não físico, mas psicológico) de seu dono.

 

Para ressaltar todos os sentimentos envolvidos e o clima de mistério do curta, Franzin construiu um cenário de papel inteiramente em branco e preto e trabalhou o jogo de luz e sombra. “Acredito que a definição de câmara do dicionário (compartimento de uma casa, especialmente o quarto de dormir; denominação comum de várias cavidades e espaços do corpo humano; cada um dos compartimentos do tambor de um revólver onde se colocam as balas) define muito bem a realidade do planeta com confinamento, fascismo, violência contra minorias, máscaras e nenhuma demonstração afetiva física. É uma história melancólica, quase um terror, sobre como viver com esperança e união em tempos difíceis”, finaliza o artista.

 

Ficha Técnica:

Título: Chamber of Solitude (Câmara da Solidão)

Criação: Ricardo Franzin

Trilha Sonora: Antonio García

Música: Still Nobody Nowhere

Formato: 16:9

Legendas: Inglês

Duração: 2’26”

Classificação: sem restrição de público

 

Mais informações sobre os artistas:

www.ricardofranzin.com.br e www.antonio-garcia.net

Short film Chamber of Solitude reinforces

the importance of faith and unity in hard times

 

First Ricardo Franzin’s audiovisual artwork debut at One Minute Festival

 

“Chamber of Solitude” is the first short film by Brazilian visual artist Ricardo Franzin, released his YouTube channel and at the One Minute Festival. To conceive his creation, the artist sought a way to express his current feelings affected by the pandemic and isolation, such as depression, anxiety and loneliness. The short film is a collaboration with Spanish musician and composer Antonio García, who produced Still Nobody Nowhere music and sent to 30 artisti all over the world.

 

The setting is a chamber, a small room, perhaps a studio’s artist who lives alone. An old chair is the focal point of the story, representing how cruel and individualistic the world can be - hard as wood, static in the corner, just watching and not acting. The feeling of emptiness and loneliness is interrupted by the appearance of a black cat that finds itself alone during a violent storm and that, remaining with its unwavering faith, waits until the calm - and the return (not physical, but psychological) of its owner.

 

To highlight all the feelings involved and the atmosphere of mystery, Franzin built a paper scenario entirely in black and white and a lot light and shadow. “I believe that the dictionary definition of a chamber (compartment in a house, especially the bedroom; common name for various cavities and spaces in the human body; each compartment in the barrel of a revolver where bullets are placed) defines very well the reality of the planet with confinement, fascism, violence against minorities, masks and no physical affective demonstrations. It is a melancholy story, almost a terror, about how to live with hope and togetherness in hard times”, concludes the artist.

 

Datasheet:

Title: Chamber of Solitude

Creation: Ricardo Franzin

Soundtrack: Antonio García

Music: Still Nobody Nowhere

Format: 16:9

Subtitles: English

Duration: 2’26”

Classification: no audience restriction

 

More information about the artists:

www.ricardofranzin.com.br and www.antonio-garcia.net

ricardo franzin

visual artist

ricardofranzin@me.com

credencials

  •  national exposure

  •  experienced artist

  •  art fair participant

  •  prizewinner

follow

  • Email
  • YouTube ícone social
  • Behance
  • LinkedIn ícone social
  • Facebook ícone social
  • Pinterest

free worldwide shipping

  • Singulart